Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 30 de março de 2010

Evangélicos X Homossexuais

Veja quem são os inimigos públicos dos gays no Brasil

Por Rodrigo Ribeiro Rodrigues
29/03/2010 12:12h
Da mesma forma que as ONGs e veículos de comunicação do exterior, apresentamos uma lista com as 10 pessoas que são publicamente contra os homossexuais e que de alguma forma expressaram homofobia.

A lista está repleta de políticos, principalmente parlamentares ligados a igrejas evangélicas.

Quem encabeça a lista é o senador Magno Malta (PR-ES), que afirmou que o movimento gay quer criar um império homossexual e que ser gay é pecado. Magno Malta faz vista grossa no Senado para os projetos que apóiam os gays. O senador é o responsável maior pelo trancamento de pautas importantes para os Direitos Civis dos homossexuais. Há 15 anos está no Congresso o projeto de lei que prevê a união estável de pessoas do mesmo sexo e há 4 anos tramita uma lei que criminaliza a homofobia e equipara o preconceito contra lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros ao preconceito racial.

Confira a lista e a razão de cada inclusão:

1º - Magno Malta – Senador capixaba, opositor ferrenho do projeto de lei que equipara a homofobia ao racismo.

2º – Silas Malafaia - Pastor da Assembléia de Deus, que mantém um blog em que ofende e chama homossexuais de abominações.

3º – Walter Brito Neto – Deputado Federal pelo PRB-PB que propôs um projeto de lei para impedir casais homossexuais que adotem crianças

4º – Bispo Rodovalho – Deputado pelo DEM/DF, promoveu uma manifestação contra a provação do PL 122 que prevê a criminalização da homofobia

5º – Júlio Severo – auto-intitulado ativista cristão. Em seu blog, promoveu calúnia contra ativistas gays e a intolerância, saiu do país em março de 2010, segundo seu blog para não responder a uma denúncia do MP

6º – Rosângela Justino (evangélica) – psicóloga que prega a terapia de conversão. Proibida de falar sobre seus métodos desde 2009, após sofrer Cesura pelo Conselho Federal de Psicologia, pode ainda perder seu registro profissional

7º – Marcelo Crivella - Senador pelo PRB-RJ. Afirmou que a homossexualidade “é antinatural” e faz campanha contra leis que garantem direitos aos gays

8º- Roberto Requião – Governador do Paraná. Além de ofender os gays publicamente com brincadeiras de mau gosto, seu governo levou o estado a ser campeão de crimes contra homossexuais e não há nenhuma lei que combata o crime de ódio contra homossexuais no estado.

9º- Marcelo Dourado – do BBB10, disse que a lésbica Angélica deveria apanhar por ser abusada e por diversas vezes pregou a violência

10º- Juiz Manoel Maximiano Junqueira Filho, da 9ª Vara Criminal de SP. Julgou em 2007 o caso Richarlyson e afirmou em sentença de arquivamento que futebol não era jogo para homossexuais e que gays deveriam fundar uma federação – o magistrado está Censurado desde 2008 pelo Tribunal de Justiça paulista.

terça-feira, 23 de março de 2010

segunda-feira, 22 de março de 2010

Homem se amarra em cruz em frente ao local do julgamento do casal Nardoni, em SP

Um mineiro causou polêmica na tarde deste domingo (21) em frente ao 2º Tribunal do Júri do Fórum de Santana, no Tremembé, em São Paulo.
Às vésperas do julgamento de Anna Carolina Jatobá e Alexandre Nardoni, o empresário André Luiz dos Santos, de 49 anos, se amarrou em uma cruz feita de madeira e disse que pretende ficar no local até o fim do júri. Natural de Ponte Nova, na Zona da Mata, ele viajou 700 km para estar próximo ao julgamento e pretende arranjar um local na plateia.
Cercado por cartazes com pedidos de justiça e paz para as crianças, o empresário contou que já realizou este mesmo protesto em várias partes do país sempre "em favor da família".
O júri do casal Nardoni está marcado para esta segunda-feira (22).
Fonte: O Tempo

Um pouco de susto não faz mal a ninguém

Perseguição Policial em Portugal

quinta-feira, 11 de março de 2010

Irmão do papa nega saber de abuso sexual e pede perdão a rapazes do coro

O sacerdote Georg Ratzinger, irmão do papa Bento 16, pediu perdão aos rapazes do coro da catedral de Regensburg e reiterou, em entrevista à imprensa alemã, que não tinha conhecimento dos casos de abusos sexuais cometidos na instituição.
Em declarações ao jornal “Passauer Neue Presse”, na edição desta terça-feira, Ratzinger disse lembrar-se que os garotos chegaram a falar de algumas histórias sobre a escola que frequentavam. Contudo, na época, não acreditou que deveria intervir, já que esta entidade era autônoma.
Ainda de acordo com a publicação, o irmão do papa recordou que naquela época as punições físicas eram comuns nas escolas –afirmando que ele mesmo chegou a dar alguns tapas durante os anos 70–, mas sentiu-se “aliviado” quando tais agressões foram proibidas no início da década seguinte.
“Se soubesse com qual exagerada violência se agia, já teria dito alguma coisa”, reiterou o religioso, que permaneceu à frente do coral da cidade alemã de 1964 a 1994.
Os crimes cometidos no âmbito da catedral alemã vieram à tona na última semana, quando o bispo de Regensburg, Gerhard Ludwig Muller, divulgou uma carta destinada aos pais das vítimas. Dois religiosos desta diocese já foram condenados –um deles atuou como professor de religião, foi vice-diretor da escola e foi removido do cargo em 1958.
No fim de semana, Muller afirmou que os crimes foram cometidos na década de 1950 e não dizem respeito ao período correspondente à direção de Georg Ratzinger.
A Santa Sé, por sua vez, pediu que estes casos “sejam esclarecidos” e reiterou seu apoio “a diocese [de Regensburg] em sua disponibilidade para analisar a dolorosa questão de forma decidida e de maneira aberta, segundo o sentido das diretivas da Conferência Episcopal Alemã”.
Também nesta terça-feira a ministra da Justiça alemã, Sabine Leutheusser-Schnarrenberger, pediu que as vítimas dos abusos sexuais nos colégios jesuítas do país sejam ressarcidas, embora “seja impossível reparar financeiramente as torturas sofridas”.
Schnarrenberger refere-se a outro caso envolvendo a Igreja Católica na Alemanha. Denunciados no início do ano, tais crimes –que já somam 120 casos– teriam ocorrido entre as décadas de 1970 e 1980 em escolas jesuítas locais.
“É necessário um claro sinal para as vítimas”, o que representaria “parte da justiça, ainda que as injustiças que sofreram não possam ser compensadas materialmente”, declarou a ministra ao jornal “Süddeutschen Zeitung”.
Fonte: Folha Online

sexta-feira, 5 de março de 2010

Cristãos brutalmente atacados por radicais hindus

ÍNDIA - Recentemente, dois cristãos em Karwar foram atacados. Eles sofreram graves ferimentos na cabeça e fraturas nos membros.
De acordo com uma reportagem publicada no site do Global Council of Indian Christians (GCIC), David Lambani, 25, e Satish, 34, são membros da Comunidade Nova Vida.
A denominação, afiliada da Igreja Presbiteriana, colocou Lambani e Satish como responsáveis pela construção do templo. No dia 28 de fevereiro, por volta das 6h30min, extremistas hindus invadiram a casa dos cristãos.
O GCIC relatou que os cristãos foram falsamente acusados de realizar conversões forçadas e receberam diversos insultos. Os integrantes do grupo RSS agrediram os cristãos com paus e os deixaram inconscientes. O tímpano esquerdo de Lambani foi prejudicado, e ele perdeu a audição. Satish tem diversos ferimentos e ossos quebrados.
O GCIC afirmou que Lambani e Satish foram levados imediatamente para um hospital próximo, onde receberam cuidados médicos.
Os cristãos pedem oração por Lambani e Satish.
Fonte: Portas Abertas

Igreja Universal é condenada por sequestro de criança

A Igreja Universal do Reino de Deus foi condenada a pagar uma indenização de R$ 20 mil para a família de uma criança que havia sido seqüestrada dentro do templo, em março de 2006. A menina, que na época tinha três anos, foi deixada pela mãe em um berçário oferecido pela igreja para os filhos dos fiéis. Quando a família foi buscar a menina,  perceberam que ela não estava lá. Uma mulher disse ter visto outra pessoa levando a criança e guiou os integrantes da igreja até um endereço, onde a menina realmente estava.
O pai da criança representou a filha durante o processo. A igreja alegou que a garotinha não sofreu danos físicos e que não foram comprovados danos morais. A defesa também argumnetou que a igreja não teve culpa do seqüestro e não poderia prever o caso.
A Justiça, no entanto, condenou a igreja ao pagamento de R$ 10 mil por danos morais. Tanto a Universal quanto a família da menina recorreram da sentença. A igreja alegou que não houve dano e que a indenização deveria ser diminuída para R$ 5 mil. O advogado da criança pediu o aumento da quantia para R$ 1 milhão, dizendo que a igreja, sendo uma instituição "abastada” , poderia pagar. Também usou a alegação de que a criança sofreu danos morais e ainda tem medo de ser “roubada da família”.

Fonte: UAI

quinta-feira, 4 de março de 2010

Igrejas norte-americanas declinam em membrezia

Apesar dos milhões de dólares em mídias, milhões de participantes, milhares de preletores, milhares de clínicas, simpósios, conferências, congressos e centenas de métodos e estratégias de marketing, as receitas para crescimento de igreja prescritas pelos norte-americanos não estão funcionando para eles mesmos.

O recém-lançado 'Anuário das Igrejas Americanas e Canadenses de 2010', publicado pelo Conselho Nacional de Igrejas (National Council of Churches) relata que, com a honrosa exceção das Assembleias de Deus, as principais denominações evangélicas da América do Norte decresceram em número de membros.

A Convenção Batista do Sul, segunda maior denominação dos Estados Unidos, menor apenas que a Igreja Católica Romana e por muitos anos uma das responsáveis pelo crescimento dos evangélicos, relatou um declínio no número de membros pelo segundo ano consecutivo, menos 0,24%, totalizando 16.266.920 membros.

A 78a edição anual do Anuário também relata um declínio contínuo na membrezia de praticamente todas as denominações.

A Igreja Católica Romana, a maior do país, com mais de 68,1 milhões de membros, também sofreu uma ligeira perda em seu rol de membros em 2009, de 1,49%.

A situação pode ser ainda pior, pois onze das 25 maiores igrejas não atualizaram seus relatórios. Entre elas: a Igreja de Deus em Cristo, a Convenção Batista Nacional, E.U.A.,S.A. e a Convenção Batista Nacional da America, S.A., respectivamente a 5ª, 6ª e 8ª maiores denominações nos EUA.

Ainda mais crítica seria a situação se a maioria dos imigrantes não fosse composta de cristãos com fortes laços de filiação religiosa. A reverenda Dra. Eileen W. Lindner, editora do Anuário desde 1998, declarou: "Em uma era em que temos vindo a esperar o avanço inevitável do secularismo nos EUA, o afluxo de sólidas comunidades cristãs entre os novos imigrantes, uma vez mais altera o mapa topográfico?.

As Assembleias de Deus cresceram tímidos 1,27%, para 2.863.265 membros, de acordo com valores apresentados no Anuário de 2010, ocupando agora a 9ª posição, ultrapassando a Igreja Presbiteriana.

As igrejas com maiores percentuais de declínio são: a Igreja Presbiteriana dos EUA, com 3,28%, que caiu da 9ª para 10ª posição, com 2.941.412 membros; as Igrejas Batistas Americanas nos EUA, 2,00%, com 1.358.351 membros, em 20º lugar, e a Igreja Evangélica Luterana na América, 1,92%, 7ª colocada no ranking, indo para 4.709.956 membros.

Os números relatados no anuário 2010 foram coletados pelas igrejas em 2008, e enviados ao Anuário em 2009.

Segundo Julia Duin, editora de religião do The Washington Times, o percentual da população americana que é membro de alguma igreja - incluindo mórmons e testemunhas e Jeová, alcança hoje 49%, totalizando 147,3 milhões, pouco menos de metade da população americana".

Triste estado de uma nação que já se intitulou cristã.

No Canadá, o quadro é ainda mais dramático. Mantido o percentual de declínio, que hoje totaliza 13.000 membros/ano apenas na Igreja Anglicana, em 2061 só haverá um anglicano no país. (Por Philippe Leandro)

Fonte: Agência Soma

Lançada camisinha Teen na suíça

Garotos de 12 a 14 anos não se protegem suficientemente ao manter relações sexuais, diz comissão Federal Suíça

 
Acaba de ser lançado no mercado suíço um preservativo especial para jovens. A intenção é oferecer mais proteção contra a gravidez indesejada e evitar doenças sexualmente transmissíveis entre jovens.

Mais apertada do que a convencional, a nova camisinha será distribuída também em escolas, o que gera polêmica. As reações da mídia e de especialistas à novidade são mistas.

Uma sondagem feita junto a 1480 jovens e publicada em novembro de 2008 pela Comissão Federal Suíça para Questões da Infância e da Juventude revelou que os garotos de 12 a 14 anos não se protegem suficientemente ao manter relações sexuais.

Os autores do estudo concluíram que há um "comportamento de risco? nessa faixa etária. "Muitas vezes, os jovens não encontram camisinhas que lhes sirvam", disse a porta-voz da ONG Ajuda Suíça contra a Aids, Bettina Maeschli, à agência de notícias suíça SDA.

Por isso, a Ajuda Suíça contra a Aids acaba de lançar, em cooperação com a Fundação para Saúde Sexual e Reprodutiva "Planes" e a Associação Selo de Qualidade, uma camisinha chamada "Ceylor Hotshot".

O preservativo especial para jovens pode ser comprado no comércio e também na loja eletrônica da Ajuda Suíça contra Aids. Uma caixa com seis unidades para o "prazer sob medida", como diz a publicidade, custa 7,90 francos suíços. A camisinha será distribuída também por pedagogos em aulas de educação sexual.

"Trata-se de falar sobre o tamanho correto porque falta uma camisinha apertada no mercado. Os garotos devem saber qual é a adequada", disse Maeschli. Inicialmente serão fabricados 55 mil caixas, mas a fabricante Lamprecht AG se comprometeu a produzir mais se houver demanda.

Reações

"Ajuda contra a Aids lança camisinha para crianças", alfinetou o portal de notícias 20 Minuten, um dos mais lidos da Suíça. Segundo o portal, alguns políticos temem de que a camisinha para jovens, já confrontados precocemente com a sexualidade e a pornografia, os estimule a manter relações sexuais mais cedo.

"Também o fato de as camisinhas serem distribuídas em escolas dá o que pensar. Até especialistas que participaram do desenvolvimento do preservativo divergem sobre seu sentido", afirma o portal Tagesanzeiger.ch/Newsnetz.

"Isso não é um preservativo para jovens e sim um mais apertado para pênis pequeno. Falar de camisinha para jovens é um engano", diz um pedagogo sexual envolvido no projeto e citado pelo portal, mas que prefere ficar anônimo.

"Nossa motivação para esta camisinha foi claramente a juventude, mas obviamente também queremos atingir homens adultos. E ela não será distribuída nos pátios das escolas", explica Bettina Maeschli, porta-voz da Ajuda Suíça contra Aids.

"Não pode fazer mal"

"Eu questiono a camisinha para jovens, mas em si ela não é problemática", disse Esther Elisabeth Schütz, diretora do Instituto de Pedagogia Sexual de Zurique ao portal Tagesanzeiger.ch/Newsnetz. "Ela não pode fazer mal."

Schütz também não acredita que o preservativo estimule jovens com mais de 12 anos a manter relações sexuais mais cedo. "Nós esclarecemos crianças a partir dos dez anos. Mas nem por isso elas mantêm relações sexuais a partir desta idade."

Segundo ela, o importante é o que os jovens tenham escolha na hora de comprar preservativos e que antes especialistas tenham conversado com eles sobre sexualidade.

Fonte: Geraldo Hoffmann, swissinfo.ch (com agências)

quarta-feira, 3 de março de 2010

Jornal Carioca diz que música de Régis Danese fez bebê reviver

Nesta terça-feira, dia 2/3, Regis Danese está em destaque na capa do jornal carioca Meia Hora. A publicação relata o testemunho de uma mãe que alcançou a ressurreição do filho ao ouvir o CD do cantor.
Rio - É possível uma música salvar vidas? Para Régis Danese, sim. Famoso pelo hit gospel Faz Um Milagre em Mim, o cantor disse que sua canção de maior sucesso foi capaz até mesmo de ressuscitar um bebê que havia sido dado como morto ainda no período de gestação.
“Deus tem usado essa letra como instrumento para curar câncer, paralíticos e até ressuscitou uma menina que estava morta na barriga de sua mãe”, disse ele em entrevista para o jornal Música em Foco. De acordo com o cantor gospel, ao ouvir o CD do artista, a mãe da criança começou a louvar a Deus entoando o refrão “Entra na minha casa / Entra na minha vida / Mexe com minha estrutura / Sara todas as feridas...”, e o bebê, que já havia sido dado como morto, voltou a se mexer dentro do útero da mãe.
“Deus falou que iria usar a minha vida para quebrar barreiras... E tem usado minha música como instrumento. Hoje, essa criança da Igreja Assembleia de Deus, no Bom Retiro, em São Paulo, já está completando um ano. Também tem uma criança de 11 anos que tinha um câncer de medula e não andava. Depois que orei por ela enquanto ministrava em Limeira, ela andou para a Glória do Senhor!”, relatou Danese.
O cantor e compositor, que se consideram um radical por hoje ouvir apenas música gospel, já viu seu sucesso Faz Um Milagre em Mim romper as barreiras do mundo religioso. A canção foi gravada em ritmo de pagode pelo Pique Novo e como funk por MC Marcinho.
Fonte: Assessoria de Imprensa Line Records

Junior Brunelli, deputado da oração da propina, renuncia

Carta de renúncia foi lida no plenário da Câmara do DF nesta terça-feira

Por Carlos Lima

O deputado distrital Junior Brunelli (PSC), protagonista do que ficou conhecido como 'oração da propina', renunciou nesta terça-feira (2) ao mandato.

Havia contra ele um processo por quebra de decoro parlamentar. Como não foi notificado, Brunelli não perde os direitos políticos com a saída da Câmara Legislativa do Distrito Federal.

Ele é suspeito de participar do suposto esquema de propina que ficou conhecido como mensalão do DEM de Brasília. Outro suposto envolvido - Leonardo Prudente (sem partido, ex-DEM), chamado de "deputado da meia" - entregou a carta de renúncia na sexta (26) e teve o ato oficializado nesta terça. Outra suposta participante do esquema, a deputada Eurides Brito (PMDB), já disse que não renuncia.

A carta de Brunelli estava pronta desde sexta e foi entregue e lida na sessão plenária desta terça. O documento foi lido pela deputada Jaqueline Roriz (PMN). Brunelli aparece em dois vídeos gravados pelo ex-secretário de Relações Institucionais do Distrito Federal Durval Barbosa, que delatou à Polícia Federal o suposto esquema de corrupçãp no DF. O primeiro vídeo é o mais famoso, no qual Brunelli (de camisa roxa) aparece rezando com Durval (de camisa vermelha) e Prudente (de camisa branca). Em outro vídeo gravado por Barbosa, Brunelli recebe um maço de dinheiro.

A carta

Na carta, com erros de português, Brunelli diz que foi vítima de uma 'conspiração política' e que os vídeos são 'apócrifos, manipulados e sem origem'. Ele afirma que oração foi para uma pessoa que vivia grandes conflitos emocionais. 'O que eu fiz, na companhia de um colega parlamentar [Prudente], foi uma oração que desse ao personagem o reconforto espiritual, o equilíbrio emocional.'

Brunelli diz que o dinheiro que recebe em um dos vídeos era destinado a um evento de campanha. Isso tão somente. Nada mais.- Ele diz que essa é 'uma prática comum dos partidos políticos brasileiros.'

Segundo Brunelli, esse vídeo foi gravado em 2006; o da oração, em setembro de 2009.

Ele termina a carta dizendo que renuncia para não ser submetido ao julgamento político previamente decidido e que vai provar na Justiçasua inocência. Brunelli ainda pede perdão e diz que perdoa aqueles que o 'crucificaram.'

Mensalão do DEM

O escândalo do mensalão do DEM de Brasília começou no dia 27 de novembro, quando a Polícia Federal deflagrou a operação Caixa de Pandora. No inquérito, o governador afastado, José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM), é apontado como o comandante de um esquema de distribuição de propina a deputados distritais e aliados.

Arruda está preso na Superintendência da Polícia Federal desde o dia 11 de fevereiro por ordem do Superior Tribunal de Justiça (STJ), acusado de tentar subornar uma testemunha do caso. O vice-governador, Paulo Octávio, que assumiu o cargo interinamente, renunciou na tarde de terça-feira (23). Com a renúncia, o cargo de governador interino do Distrito Federal foi assumido pelo presidente da Câmara Legislativa, Wilson Lima (PR).



Fonte: G1

Nova sede do Ministério de Silas Malafaia é inaugurada

Por Rodrigo Ribeiro Rodrigues
02/03/2010 01:03h
Foi inaugurada a nova sede da Associação Vitória em Cristo (AVEC), no Guerenguê, em Jacarepaguá (RJ), no dia 27 de fevereiro. Cerca de 400 pessoas prestigiaram esse momento e conheceram a ampla infraestrutura de 40 mil metros quadrados, sendo 8 mil de área construída, bem como suas modernas instalações, que servirão de suporte para o ministério do pastor Silas Malafaia, que não para de crescer na nobre missão de propagar o evangelho no Brasil e no exterior.

Os convidados foram recepcionados com um coquetel no salão de eventos, onde também assistiram a um breve documentário sobre os desafios que precisaram ser superados até conseguir realizar esse grande sonho de construir uma sede para a AVEC, que antes estava instalada na antiga casa pastoral do saudoso pastor José Santos, líder da Assembléia de Deus Penha (RJ).
Emocionado com essa conquista, o pastor Silas Malafaia compartilhou sua alegria com os presentes e não cessou de agradecer a todos os que acreditaram e continuam apoiando seu ministério. "Eu não faço nada sozinho. Tudo isso é resultado do favor de Deus e da liberalidade de milhares de pessoas, que são meus Parceiros Ministeriais. Toda glória seja ao Senhor", declarou.

Antes de encerrar a cerimônia, que também contou com a participação de Nani Azevedo para louvar ao Senhor, o pastor Silas convidou seus pais, pastor Gilberto e Drª Albertina Malafaia, e a esposa, Drª Elizete Malafaia, para apresentarem as duas placas inaugurais ao público. Em seguida, todos fizeram um tour guiado pelo pastor Silas, por toda a propriedade, e ficaram impressionados com o tamanho e a modernidade da construção.

Fonte: AVEC 
Quero deixar claro que em nenhum momento apoio qualquer ação de qualquer pastor que seja. Todos os assuntos que são tratados neste blog são apenas informativos.

terça-feira, 2 de março de 2010

Duloren cria polêmica em nova campanha publicitária

Homens a postos! A Duloren vai chamar a atenção do sexo masculino em sua campanha publicitária de março. A marca de lingerie aposta no slogan 'Você não imagina do que uma Duloren é capaz' e, sob a ressalva de que 'Só Jesus é fiel', vai defender a postura da mulher de pensar em trocar de marido ou namorado quando ela se sentir abandonada ou rejeitada por ele.

A nova campanha mostrará um casal em momento de total desarmonia: enquanto ele assiste à TV, sem dar a menor atenção à mulher; ela, sentindo-se super sexy com conjunto de lingerie Duloren (coleção Oásis), fala ao telefone já pensando no quanto pode ser desejada, e até mesmo amada, por outro.

'A mulher Amélia não existe mais. Hoje, quem não dá atenção à mulher que tem, corre o risco de perdê-la. A fila anda!', explica Marcos Silveira, diretor de criação da campanha e da Agnelo Pacheco Rio, agência de comunicação da Duloren.

Segundo pesquisa realizada no final do ano, pela agência, 420 mulheres das classes A e B, entre 20 e 35 anos, foram entrevistadas e, 74% delas afirmaram já ter trocado de parceiro por falta de carinho, companheirismo e atenção. E não pensariam duas vezes em repetir o ato se o atual parceiro cometesse o mesmo erro.

'A Duloren sempre valorizou a mulher em suas campanhas e acredita que a sensualidade é um ingrediente indispensável à mulher brasileira. Desta vez queremos chamar a atenção deles também. Afinal as mulheres estão cada vez mais bonitas, sensuais e independentes, correm atrás do que querem', ressalta Denise Areal, gerente de marketing e estilo da Duloren.

A nova campanha da marca será veiculada no início de março em mídia impressa e nos mais de 20 mil pontos de venda em todo o Brasil.

Seguindo com o conceito “Você não imagina do que uma Duloren é capaz”, a Agnelo Pacheco Rio coloca em veiculação mais uma campanha polêmica da marca de lingeries.
Com o título “Só Jesus é fiel”, a companhia pretende “defender a postura da mulher de pensar em trocar de marido ou namorado quando ela se sentir abandonada ou rejeitada por ele”.
Para Marcos Silveira, diretor de criação da campanha, “a mulher Amélia não existe mais. Hoje, quem não dá atenção à mulher que tem, corre o risco de perdê-la. A fila anda!”. Segundo pesquisa realizada no final do ano pela agência, 420 mulheres das classes A e B, entre 20 e 35 anos, foram entrevistadas e 74% delas afirmaram já ter trocado de parceiro por falta de carinho, companheirismo e atenção. A campanha estará em mídia impressa e em cerca de 30 mil ponto-de-venda de todo o País.

Fonte: Gospel Prime e Portal da Propaganda

Alemanha investiga 100 denúncias de abusos em colégios católicos

A promotoria alemã abriu pela primeira vez processos de investigação sobre denúncias de abuso sexual em colégios e internatos da Igreja Católica. O maior escândalo do pós-guerra em colégios da Igreja Católica do país começou no mês passado, depois de mais de 40 denúncias de abuso sexual apresentadas por ex-alunos do Colégio Canisius, um internato de elite gerido por jesuítas. Segundo a advogada Ursula Raue, contratada pela Igreja Católica para investigar os casos, há mais de cem denúncias em toda a Alemanha.

No internato investigado, o diretor, abade Barnabas Boegle, foi forçado a renunciar, acusado de não ter informado à direção da Ordem a existência de casos de abuso nos últimos anos. Desde 2005, a Igreja Católica obriga os diretores a informar quando há denúncias. Mas essa regra não foi seguida por nenhum dos vários estabelecimentos de educação, colégios e internatos católicos espalhados pela Alemanha.

Em Berlim, a promotoria ainda julga se haverá ou não uma investigação oficial, porque muitos dos cerca de 40 casos registrados ocorreram entre 1975 e 1983, já tendo caducado. Um dos dois principais acusados, padre Wolfgang S., teria abusado de crianças e adolescentes também em estabelecimentos jesuítas de Hamburgo, no sul da Alemanha, além de em instituições da Espanha e do Chile mantidas por jesuítas alemães.

Wolfgang S. teria confessado tudo aos seus superiores ao se desvincular da ordem em 1992. Mas o caso foi abafado para não manchar a imagem do colégio berlinense, considerado de elite, e da ordem dos jesuítas.

Declaração do Papa sobre Irlanda detonou apuração

Para o padre Klaus Mertes, atual diretor do Colégio Canisius, os casos conhecidos recentemente em toda a Alemanha são apenas a "ponta do iceberg" porque o número real deve ser muito maior.

Apesar da determinação de que as denúncias sejam reportadas, as investigações só começaram na prática há cerca de duas semanas, depois que o Papa Bento XVI acusou os bispos irlandeses de terem "fracassado" por uma série de casos de abusos de crianças.

O país foi palco do maior escândalo de abuso sexual na Igreja Católica, quando um padre confessou ter explorado sexualmente cem menores, enquanto outro admitiu ter praticado o delito contra crianças e adolescentes durante 25 anos.

Em entrevista a um jornal berlinense, o padre Mertes acusou a Igreja Católica de não combater devidamente tal tipo de delito, por tratar a sexualidade como um tabu.

- Não se fala sobre o homossexualismo. Os padres que têm essa tendência sentem-se bastante inseguros pois não podem admitir o que são.

Miguel Abrantes Ostrowski, ex-aluno do Colégio Aloisius de Bonn, diz que mesmo para as vítimas é muito difícil uma definição se houve ou não exploração sexual. Ostrowski, que tem hoje 37 anos e trabalha atualmente como ator no Teatro Maxim Gorki de Berlim, escreveu já em 2004 sobre o seu trauma como vítima de dois padres do colégio de Bonn.

Ele tinha 11 anos quando ingressou no internato. Segundo ele, não havia violência. Os dois gostavam de fotografar os alunos nus ou acompanhá-los durante o banho.

- Só muito mais tarde pude concluir que havia ali algo muito errado - disse Ostrowski.

O bispo Hans Jochen Jasckke, de Hamburgo, rebate críticas ao celibato dizendo que esta não é a causa do delito. Ele defende o celibato ao afirmar que os casos de abuso sexual, embora graves, são praticados por uma minoria insignificante de religiosos. Os padres, na sua maioria, aprenderiam a conviver com a sua sexualidade, sem renegá-la, através da "sublimação", da transformação do impulso sexual em algo criativo e produtivo, completa.

Fonte: O Imparcial

O cantor e pastor Zé Bruno revela porque saiu da Igreja Renascer

Por Rodrigo Ribeiro Rodrigues
O bispo Zé Bruno saiu da Igreja Renascer em Cristo e se desligou do corpo pastoral da denominação. Diante dos boatos sobre brigas e desavenças, que teriam acontecido entre o deputado estadual e membros do ministério Renascer, Zé Bruno, explicou.

"Realmente eu deixei o ministério, mas sem atrito nenhum com a bispa Sônia ou com o apóstolo Estevam Hernandes. Foi Deus que me guiou e tocou em meu coração que era a hora de deixá-los, mas vou estar na marcha e nos eventos da Renascer. Quero abrir uma célula com minha família".

Zé Bruno falou do sentimento de deixar a Renascer. "Eu saí, mas nós vamos sempre estar juntos, vivendo no corpo de Cristo. Jesus não dividiu o pão, Ele partiu para multiplicar e é isso que está acontecendo comigo. É claro que da saudades, você cria um vínculo com as pessoas, mas é como se nós mudassemos de casa, de bairro, você chora e tudo, mas ninguém morreu", brinca Zé Bruno.

Também destacou a banda da qual faz parte e sobre a vida na política. "A banda Resgate tem 21 anos, então enquanto nós tivermos saúde, gente pra nos ouvir nós vamos continuar tocando e levando a palavra, porque não é só a questão musical, nós fazemos oração, pregamos a palavra, tem gente que se converte, é claro que tem essa ideia de gravar CD, mas eu tenho a vocação para ser pastor. Eu não sou cantor que me transformei em pastor ou vice-versa. Com relação a política, eu não sinto em continuar depois que meu mandato terminar nesse ano, só se Deus tocar no meu coração", concluiu Zé Bruno. 

Fonte: A Hora

segunda-feira, 1 de março de 2010

Pedro Bial jogou lavanda para bebê na platéia e 'chamou' Chacrinha

Por Sheila Bastos
22/02/2010 14:37h
A equipe do Impostor do Programa Pânico da Rede TV! desta vez conseguiu entrar no Projac, se infiltrar entre os familiares dos participantes e transmitir alguns momentos que antecederam o link ao vivo da eliminação do BBB10.

E um destes momentos está dando o que falar. Pedro Bial ao entrar no estúdio cumprimenta a galera e diz:

'...Vamos cumprir o nosso ritual de sempre, dar um banhozinho de cheiro pra vocês. Todo mundo, fechem os olhos para não arder tá bom'

E, em seguida começa lançar no pessoal um líquido, aparentemente perfume e segue cantando a música de Gilberto Gil, Palco: 'Subo nesse palco, minha alma cheira a talco, como bumbum de bebê, de bebê...'

E esta música tem alguns trechos 'interessantes': 'Minha aura clara, só quem é clarividente pode ver...Eu como devoto trago um cesto de alegrias de quintal...Fogo eterno prá consumir o inferno...O deus-sol como um sinal...', e assim segue.

Que perfume é esse?






Apresentador do "BBB 10", Pedro Bial conta que tem suas manias antes de entrar ao vivo e começar a comandar o reality show da TV Globo. O jornalista diz que gosta de jogar lavanda para bebês no público presente "para levantar o astral".
- É um ritualzinho para gerar boas vibrações, brincar e ‘aquecer’ a platéia - diz o apresentador. - Antes, também "chamo" nosso mestre Abelardo Barbosa, o imortal Chacrinha. Ele atirava bacalhau no público, eu jogo lavanda em todo mundo e, por último, em mim.
Fonte: Patríciakogut.com e ogalileo

Claudia Leitte: É melhor eu estar num trio elétrico do que numa igreja cantando música gospel

Por Carlos Lima
01/03/2010 08:00h
Confira a entrevista de Claudia Leitte concedida a revista Rolling Stone:

Você diz não seguir religião alguma, mas é bastante religiosa. Depois de ficar famosa nenhuma religião se aproximou de você pensando que você poderia divulgá-la? Sim, com certeza. E isso te afasta mais da ideia de uma religião organizada?

Sim, porque eu não quero levar ninguém comigo pra religião nenhuma, de jeito nenhum. Eu quero cantar e ser feliz cantando, e dividir a felicidade com as pessoas. Eu acho que Deus não impõe. A moça que trabalhava lá em casa falava pra mim, "ah, meu pastor diz que eu não posso usar brinco". Como uma pessoa pode dizer isso? Que coisa mais ditatorial! Não pode usar brinco por quê? Deus vai olhar para o seu coração, não pro seu corpo. Deus vai estar lá se importando com as roupas que você usa? Quantas pessoas usam uma saia até o pé e são super, hiper promíscuas? Ou então um assassino, que mata uma pessoa e depois diz "oh, meu Deus, meu Senhor" e vai pra igreja orar com a Bíblia? Isso é muito louco: o brinco, a roupa, a religiosidade... Elas não definem o caráter de ninguém. É difícil imaginar uma porta-voz melhor do que você para uma religião: jovem e casada, tem filho, é famosa, tem sucesso.


Eu quero ser é porta-voz de Deus, o que Deus fala através de mim, o tempo todo. Que eu seja mais Deus do que eu. É isso o que eu quero. O tempo todo eu acho que a gente precisa parar de brigar com a gente mesmo pra gente ser melhor.


Sua música também serve de pano de fundo para o que acontece com as pessoas que vão se divertir no trio elétrico: muita pegação, uma coisa muito sexualizada. Ao mesmo tempo, você é uma pessoa casada, com filho. Como você vê essa distância entre as pessoas e você?


Eu tenho uma responsabilidade maior como cidadã, porque eu tenho um microfone na mão. Eu acho que as pessoas são responsáveis pelas atitudes delas e o que eu faço ali em cima pode não mudar nada. O cara vai fazer o que ele quiser no meu show, independente do que eu faça ali. É melhor que eu esteja ali cantando se eu pensar que eu sou um exemplo. seria mais eficaz do que eu estar numa igreja cantando música gospel. "Eu estou levando as pessoas para a luz [risos]".


Mas eu não penso desse jeito. É muita pretensão eu achar que vou fazer um show e todas as pessoas vão ficar boas porque o meu exemplo é bom. Eu não sou um bom exemplo de nada, só tenho uma vida assim porque eu escolhi.


Mas o que você acha dessa cultura da pegação no carnaval?


Acho que cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é. Quer ir, fique à vontade, vá. Tudo tem consequência na vida. Eu escrevo muito sobre isso no meu blog. Cheguei numa festa aqui em São Paulo, no ABC, e tinham umas meninas lindas vomitando no lado do carro. Isso é bizarro!

Algumas vezes essas coisas viram para você também. Você repreende os rapazes da plateia que falam absurdos para você. Mas você também projeta uma imagem sensual. Como você impõe esse limite entre a percepção do público?


Não gosto de vulgaridade e isso está explícito. Por exemplo: eu não gosto de biquíni fio-dental. Eu não usaria isso no palco porque não me sentiria à vontade, acho que isso seria ser excessiva no palco. E as opiniões das pessoas vão sempre divergir, vão olhar pra mim como um poço de sexualidade. Outras, como uma figura fashion. E outras vão dizer que eu sou brega. Isso vai acontecer ainda que eu esteja com a saia até a canela, lá embaixo. É normal. Acho que eu sou bem resolvida, então isso talvez me dê uma segurança para abusar da sensualidade. Sou mulher, a minha música é sensual: eu vou cantar axé sem colocar a perna de fora? Já fiz show em Campos do Jordão e estava, sei lá, seis graus e eu suei no palco, por causa da luz, da movimentação. Nem combina, né? É uma coisa tropical. Tenho que ser tropicaliente. Eu gosto disso, eu gosto da sensualidade, da vulgaridade não.

Fonte: Revista Rolling Stone

Edir Macedo consegue na Justiça que sindicato o reconheça como jornalista

O Tribunal Regional Federal da 2ª Região determinou que o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio de Janeiro (SJPMRJ) conceda carteira de jornalista ao bispo Edir Macedo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd) e proprietário da Rede Record. A decisão, ajuizada pelo desembargador Fernando Marques, atende a recurso impetrado por Macedo em 2001, quando ele teve pedido de registro negado pelo sindicato. 

Até a decisão, o bispo possuía carteira de jornalista colaborador e o sindicato exigia registro de jornalista profissional. Em agosto, dois meses após o Supremo Tribunal Federal (STF) ter derrubado a obrigatoriedade do diploma, a Justiça decidiu em favor de Macedo. Apesar do recurso ter sido aprovado há seis meses, apenas em fevereiro o sindicato foi notificado.
O advogado que defende o Sindicato, Walter Monteiro, encaminhou pedido ao TRF, cobrando esclarecimentos de como proceder diante da decisão. Ele lembra que em 2001, quando entrou com recurso na Justiça, o bispo mantinha carteira que já não existe atualmente, a de jornalista colaborador.
Monteiro sugere ainda que Macedo obtenha registro no Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). O advogado ressalta ainda que, por ser uma carteira de identificação, para ser validado, Edir Macedo deverá comparecer ao sindicato com fotos, RG e CPF.

Fonte UOL Notícias

Bispo de igreja anglicana oferece orações para fieis através do Facebook

O bispo anglicano Robert Evens, da Inglaterra, ofereceu-se para rezar para os fieis da sua igraja usando a rede social Facebook. Conhecido como bispo Bob, ele afirmou que "a oração é muito importante para as pessoas", mas que é algo que "muitos dos frequentadores de igrejas não fazem".

Determinado a "incentivar as pessoas a rezarem", ele afirmou que pretende tornar as orações mais acessíveis aos milhares de usuários que usam as redes sociais todos os dias, informou o jornal The Telegraph.

De segunda à sexta-feira, o bispo reza por duas horas na Catedral de Exeter, e coloca em suas intenções de oração os pedidos que chegam por Facebook ou e-mail.

Fonte: Portal Imprensa

Bispo Zé Bruno deixa Igreja Renascer em Cristo

Foi uma notícia inesperada, tanto para os membros da Igreja quanto para os líderes. A Folha Renascer recebeu a noticia da saída do Bispo Zé Bruno na manhã de quarta-feira (24/02), segundo a informação, o bispo alegou motivos pessoais, e ainda, o apóstolo o enviou debaixo da benção.

No período da noite desta quinta-feira (25/02), a Folha Renascer entrou em contato com o Ministério de Comunicação Renascer que confirmou a informação:
"Paz a Todos!

Comunicamos a saída do Bispo Zé Bruno do Ministério Renascer em Cristo. O desligamento, que aconteceu na terça-feira (29/02) por motivos pessoais, foi recebido com tristeza pelos líderes da Renascer, porém, com respeito pela decisão do Bispo que deixou claro que sua saída se deu por um novo direcionamento de Deus para sua vida ministerial. Segundo o Apóstolo, ele continuará sendo um filho amado e querido."

Comunicação Renascer


O Apóstolo Estevam já falou sobre o caso pelo twitter:

Ap. Apóstolo Estevam
On Friday 26th February 2010, @apostoloestevam said:
Pra informação de todos, o Bpo Ze Bruno, realmente saiu da Igreja Renascer na paz e na benção, segundo ele por uma nova direção de Deus, ele continuará sempre um filho amado e querido - www.twitlonger.com/show/btn2u

A Folha Renascer enviou um recado via twitter ao apóstolo Estevam, veja abaixo a resposta:

Folha Renascer: apóstolo o senhor deixou o bp zé sair? que tristeza...fará falta.

Ap Estevam: não o deixei sair foi a única opção que ele deixou, ele sempre será uma pessoa amada e servo de Deus

Fonte: Folha Renascer
Related Posts with Thumbnails