Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Depois de um feriadão é dificil se manter acordado

As trapalhadas que acontecem na Igreja

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Tudo por uma foto com a Dilma!

terça-feira, 19 de outubro de 2010

PC@maral tira foto com JeppoMusic

Enfim o PC@maral foi a Igreja!

Pagando uma promessa (ops! risos) ao querido irmão Odilar Jr - @OdilarJr1 lá da Bahia, da cidade de Oliveira dos Brejinhos, editor do blog UMAP-Oliveira dos Brejinhos BA e ao irmão Leandro Kateivas -@lkateivas, também da Bahia, da cidade de Vitória da Conquista, editor do blog UMA Vitoria da Conquistaque pediram, e suplicaram, que eu tirasse uma foto com o Jefferson editor do blog JeppoMusic.

Tudo isso porque houve uma programação de treinamento de evangelismno e grupos familiares e o Jefferson chegou na igreja e não me encontrou [estava doente - crente fica doente também tá!]. Peguei no flagra falando mal de mim no twitter kkkkkkkkkkk veja uma parte da conversa:

Brincadeiras a parte, esta foto foi tirada no dia nove de outubro. Na ocasião a nossa congregação estava recebendo os irmãos da Igreja do Rio de Janeiro e Espirito Santo [Região RJ/ES] para participar da Assembleia Regional Anual, que teve inicio às quinze horas deste dia.

E aí Odilar? Gostou da foto? kkkkkkkk

Este Post foi retirado direto do Blog do PCAmaral.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Qual meu papel de seguidor de Cristo?


O que leva uma criança a contar histórias bíblicas no programa de televisão?
Nas Escrituras Sagradas está escrito:

"E, respondendo ele, disse-lhes: Digo-vos que, se estes se calarem, as próprias pedras clamarão." Lucas 19.40

Não estou dizendo que a menina é uma "pedra", apenas estou dizendo que no meio de tantos cristãos, com tantos contatos no meio artístico, muitos ainda não falaram sobre o que realmente é estar com Deus.
Cantores, atores, produtores, apresentadores, enfim, muitos são os cristãos que estão envolvidos com a mídia.

"E assim, quanto está em mim, estou pronto para também vos anunciar o evangelho, a vós que estais em Roma." Romanos 1.15

Agora vou lhe mandar outra pergunta. Porque o nosso ilustre Raul Gil está sempre apresentando "artistas" evangélicos?
Não estou dizendo que o Tio Raul não possa, mas, quero chamar sua atenção para um pequeno detalhe. Não é um cristão que está levando o evangelho para as pessoas, é o tio Raul com seu grande espetáculo que todos os sábados entra nos lares de uma grande parte da nossa nação.
Nesse vídeo você pode conferir uma pequena parte que com certeza tocou no coração de muitos.
Portanto, que você possa hoje mesmo começar a se dedicar ao principal foco dos seguidores de Cristo. O evangelismo.

"Que seja ministro de Jesus Cristo entre os gentios, ministrando o evangelho de Deus, para que seja agradável a oferta dos gentios, santificada pelo Espírito Santo." Romanos 15.16




Fonte: JeppoGospel

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Testemunho do Músico Cristão

A Paz do Senhor.


Bom irmãos venho atravez de esta carta dar meu testemunho de vida e agradecer
a todos vocês pelas orações, porque foram essas orações e esse clamor em meu favor
que me deram a vitória de hoje poder estar em casa outra vez e podendo estar na casa de
DEUS onde sei que é meu lugar.
No dia 10/06/10, fui intimado a comparecer a Delegacia na Cidade onde resido
no dia seguinte 11/06/10 por causa da minha carteira de motorista, no dia seguinte
então como todos os dias faço, me levantei arrumei minha comida e minha bolsa para
ir trabalhar, porque pensei que seria coisa rápida na delegacia, achei que seriam só
algumas perguntas, então arrumei a bolsa e fui pra delegacia sem medo algum, com a
consciência limpa, pois nunca me envolvi com nada que pudesse me incriminar, mas
nunca imaginei que estava prestes a receber uma noticia nada agradável.
Chegando lá esperei o investigador chegar, esperei tranqüilo, então o investigador
chegou, e adentrou a delegacia na sua sala, até então ele não tinha me dito nada, e
depois de algum tempo ele voltou e perguntou meu nome e respondi a ele, e daí ele me
disse que a situação não era nada favorável a meu favor, e eu perguntei a ele o porque
disso, e ele me respondeu, “Cleiton você têm um mandado de prisão correndo desde
2008 de um homicídio ocorrido no Paraná”, na hora em que ouvi isso fiquei sem ação,
a minha única reação na hora foi me sentar e comecei tremer, fiquei sem chão, não
acreditava no eu estava ouvindo, ai o investigador começou a falar os direitos que eu
tinha, a um advogado e etc.
Depois eu liguei pra minha tia pra ela avisar pro meu pai sobre o que estava
acontecendo e pra ele ir lá à Delegacia porque minha mãe e minha irmã estavam na
Cidade visinha e eu não tinha como falar com elas, passou um tempo meu pai e minha
tia chegaram lá, e contei pra eles o que estava acontecendo, eles ficaram chocados
porque como falei eu nunca em minha vida me envolvi com nenhum tipo de problema
com á policia graças a DEUS, ai liguei também pro Pastor Israel Cardoso que cuida da
IAP aqui, ele estava muito ocupado com a preparação do PIJ que aconteceria no dia
seguinte dia 12/06/10 sábado, ele falou que o mais rápido estaria lá, passou uma meia
hora ele chegou na Delegacia, e contamos pra ele, ele se assustou porque ele conhece
muito bem a mim e a minha família, ai ele já entrou em contato como os Pastores
em Curitiba para ver o que eles poderiam fazer em meu favor, eles conseguiram um
advogado lá pra mim e a patroa da minha mãe contratou outro aqui onde moramos
porque só o advogado podia entrar pra me visitar no presídio, e meu pai naquela sexta
feira foi falar com vereador de nossa cidade, ele nos conhece desde de que chegamos
aqui, ai ele foi lá na Delegacia e perguntou ao delegado o que poderia ser feito e o
delegado disse assim:” Nem eu, nem vocês podem fazer nada porque o processo é em
outro estado”, então mais ou menos ao meio dia minha mãe chegou lá , quando a vi
chorei muito, quando eles estavam me levando ela me disse assim:”Meu filho Deus é
Amor, más também é fogo consumidor e logo eu seria solto”.
Então, quando eram uma 14h30minh me levaram pro presídio, passaram tantas
coisas pela minha cabeça, tipo o que aconteceria comigo lá dentro, chegando ao presídio
logo me revistaram e me perguntaram um monte de coisa e fizeram meu registro, e eles
me explicaram como eram ás coisas lá dentro, como chamar os agentes e etc., e logo me
algemaram e colocaram em mim marca passo também, irmãos foi um constrangimento
muito grande sabe, quando qualquer preso chega ao presídio ele é levado á Ala chamada
de Máxima é tipo um castigo, ai me colocaram na cela 8 com mais seis lá dentro, ai
imaginem vocês o que passou pela minha cabeça, num lugar frio com pessoas que
você nunca viu em sua vida e pessoas que você sabe que estão ali porque cometeram
delitos graves perante a Lei dos homens. Então dentro da cela eles começaram a me
perguntar o porquê de eu estar preso, e eu respondi a eles, que eu não tinha feito nada,

falei que um fugitivo do estado do Paraná tinha conseguido falsificar meus documentos
não sabia como e eu estava preso no lugar dele, ai achei um cantinho dentro da sela e
me sentei e comecei a chorar, chorar, chorei muito por que não sabia o porquê de eu
estar naquele lugar... E já estava anoitecendo e estava muito frio e eu sem blusa, sem
toalha para tomar banho, então um dos que estavam comigo lá por nome Anderson
me emprestou uma blusa e cortou pela metade a tolha dele e me deu, ali aprendi uma
lição irmãos, vi uma pessoa que nunca vi em minha vida fazer algo tão simples, mas ao
mesmo tempo um gesto muito lindo, vi ali que DEUS estava ao meu lado. A primeira
noite praticamente não dormi, até porque passei muito frio naquelas primeiras noites
que passei lá, quando amanheceu o Sábado me desesperei, porque eu sabia que todos
estavam no PIJ bem pertinho de mim e eu não poderia estar junto com eles, eu estava
muito ansioso pra participar do PIJ, porque eu sabia que eu iria conhecer muitos jovens
de varias IAPs e porque eu sabia que minha namorada iria estar lá hehehe.
Eu Sabia que assim como eu estava sofrendo, aqui fora minha família e irmãos
da IAP e muitos estavam sofrendo junto comigo, irmãos acho que eu nunca tinha
chorado tanto em toda a minha vida. Então passou o sábado e eu naquele lugar com
aquelas pessoas, sem ter pra onde ir, sem nem mesmo poder me movimentar direito. No
domingo mais tristeza e choro, na segunda-feira foi que recebi um colchão, cobertor,
roupas e um pouco de alimento que meus pais tinham mandado para mim no Sábado
mas eles só me entregaram na Segunda.
E a 1° semana foi passando até que chegou o sábado seguinte, ai mais tristeza,
por quê, eu sabia que se eu estivesse em casa eu estaria me arrumando no sábado de
manhã para ir pra Igreja, ai mais choro, e minha rinite atacou demais nos dias em que
passei lá, eu tenho muita alergia, e lá dentro a maioria dos detentos fumam cigarro, mais
também fumavam maconha e até craque, isso fez com que minha alergia só piorasse,
eu não conseguia respirar direito. Na 2° semana lá dentro um dos meus colegas de sela
começou com uma ameaça contra mim, ele disse assim pra mim: ”Cleiton, como

você é primário e ninguém aqui no presídio te conhece, quando vier teu
alvará de soltura eu vou sair no teu lugar,” eu não falei nada pra ele naquele

momento pra não arrumar confusão pro meu lado, ai passou aquele dia e no dia seguinte
meu advogado me visitou e contei tudo a ele, logo após a visita do meu advogado
o Agente me chamou novamente e disse que eu tinha uma visita, pensei que era o
advogado outra vez, quando cheguei na sala de visitas era uma irmã da igreja que faz
trabalho com as detentas no presídio, até a ultima semana em que eu estive preso essa
irmã me ajudou muito indo me visitar, também porque ela sempre dava noticias da
minha família e sobre o processo todo aqui fora.
Na sexta feira da 2° semana fui trocado de galeria, passei da galeria E para a
galeria B, quando cheguei nessa galeria me assustei, porque comigo seriam 13 na
mesma sela, ai mais desespero né, cheguei lá já era sexta a tardezinha, naquela noite
não dormi nada, pois eu estava muito assustado, no Sábado então era dia de visita na
galeria B, eu arrangei um cantinho na Quadra que lá tem e me sentei e comecei a ler
a Bíblia, minha rinite estava muito atacada naquele dia, numa certa hora da manhã
daquele Sábado eu comecei a chorar muito pensando na minha família, porque a
maioria dos outros detentos estava com algum parente visitando eles e eu ali naquele
lugar praticamente sozinho, ai eu pedi a DEUS assim: ”Deus, por favor, me mande

alguém que eu conheça aqui hoje, porque eu não agüento mais este lugar
Meu DEUS”, logo após ter pedido isso a DEUS, a tarde umas 13h30min daquele

mesmo Sábado, olhei para o meu lado direito então vi a irmã Marlene que tem um filho
preso onde eu estava, quando ela me viu ela me abraçou muito forte e choramos muito,
para mim aquele Sábado já foi muito melhor do que os outros dias em que lá eu estive
ai ela me contou tudo o que estava acontecendo aqui fora, me falou como estavam meus

familiares, minha namorada, os irmãos da IAP, e ela me contou tudo sobre como todos
os irmãos da IAP no Brasil e fora do Brasil estavam clamando em meu favor, naquele
momento tive muito mais certeza que DEUS estava do meu lado.
Então aquele fim de semana se findou e começou mais semana em que ansiedade
aumentava cada dia mais e mais, sem dormir direito a noite, mas DEUS estava
trabalhando, recebi então mais uma visita da irmã que faz trabalho com as detentas no
presídio, e era muito bom falar com ela, e ela me contava sobre os pedidos de liberdade
que o Juiz negava, entrei na 3° semana naquele lugar, os dias iam passando e eu ia me
desesperando e dentro da cela eles fumando muito cigarro, maconha e craque; e eu
sempre participando dos cultos que alguns detentos fazem lá dentro, isso me acalmava
muito.
A comida lá dentro é muito ruim, ás vezes muito salgada, ás vezes sem sal algum,
más eu tinha que comer porque se não eu iria morrer de fome lá dentro. Graças a DEUS
naquela semana a irmã da Igreja continuava a me visitar, isso foi me ajudando muito
cada dia que eu passava lá; e chegou mais um fim de semana, mais um dia de visita,
graças a DEUS a mãe do Rudnei que era meu colega de cela me dava muita força, ela
foi como uma mãe pra mim.
Enfim, á 4° semana, naquela semana na quarta-feira eu fui chamado pelos
agentes para fazer uns registros, até então eu não sabia para que eu estava fazendo
aquilo, na quinta-feira então, era umas 15:00h, fui chamado pelos agentes outra vez,
me algemaram e me dirigiram a uma viatura, fiquei meio preocupado, então saindo do
presídio, os dois policiais que estavam me levando começaram a conversar comigo, e
eu perguntei a eles onde eles estavam me levando, e eles me responderam que estavam
me levando para a central de Policia de Criciúma, para falar com o Delegado Airton
Ferreira, ele me ajudou muito na minha saída.
Chegando à delegacia, me encontrei com esse delegado, e comecei a conversar
com ele, ele me tratou super bem, ele me falou que a patroa da minha mãe iria também
lá à delegacia e minha mãe também, nossa fiquei muito feliz porque depois de 27 dias
eu iria reencontrar minha mãe, primeiro chegou a Patroa da minha mãe, e ela começou
a conversar comigo, gente ela parecia minha mãe me acariciando, e ela me dizia que
estava fazendo o possível e o impossível para me tirar daquele lugar, um tempo depois
minha mãe chegou, imaginem o choro, que alegria senti naquele momento, minha mãe
contou que tinha um Juiz do Mato Grosso que estava no caso também, ela me contou
do que muitos irmãos estavam fazendo em meu favor, fiquei muito feliz por tudo o que
estava acontecendo aqui fora, então fiz meu depoimento junto ao delegado, ele tirou
fotos minhas e me falou que iria mandar tudo aquele material para a justiça do Paraná
e também iria ligar pra lá, depois disso foi chamado um jornal local da cidade aqui,
contamos a história pros jornalistas eles tiraram algumas fotos também.E depois disso
tive que me despedir da minhá mãe e dos patrões dela, não foi fácil, más tive a certeza
que muito em breve eu estaria de volta a minha casa, naquele dia já eram umas 19
horas, cheguei no presídio e os detentos que estavam comigo até acharam que eu já ido
embora.
Então chegou mais um fim de semana, a visita seria no domingo, e eu estava
muito ansioso porque meu pai iria lá me visitar, então chegou o domingo, e meu pai
chegou, nossa choramos muito, aquele domingo foi muito bom pra mim, porque passei
praticamente o dia inteiro com meu pai; meu pai me disse que esperava que eu saísse
no máximo até a terça-feira daquela semana, então meu pai foi embora, e começou a
semana novamente, e passou a segunda-feira, e a terça-feira e na quarta-feira a tarde
meio desesperado, chegou a irmã pra me visitar novamente, e conversei muito com a
irmã, e em um certo momento da nossa conversa ela me falou assim: “Quem sabe você
não sai amanhã né Cleiton.”
Então, me despedi dela, o agente veio tirou minhas algemas e voltei pra cela,

então chegou a quinta-feira, aquele dia eu estava muito angustiado, me deitei num canto
lá e chorei me perguntando quando eu iria sair de lá, quando chegou as 17 horas fui
chamado pelos agentes novamente, eu fiquei meio preocupado, ai me levaram para a
Jurídica que é um setor que tem dentro do presídio, ao chegar lá me encontrei com o
Delegado Airton, cumprimentei ele então entrei na sala da Jurídica e o rapaz me deu
três folhas para assinar, e perguntei a ele sobre o que se tratavam aqueles papéis, e ele
me respondeu:”Este papel é o teu alvará de soltura”, irmãos é inexplicável o que eu
senti naquele momento, a alegria era muita mesmo, ao sair la de dentro, no portão na
frente do presídio estavam lá, A patroa da minha mãe, o Pastor Israel, o Toninho um
irmão da IAP aqui e o pessoal do Jornal,a alegria foi muito grande. Irmãos geralmente
quando a pessoa recebe o seu alvará de soltura, ela ainda espera uns três dias ainda para
sair, mas eu pra honra e glória de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo sai no mesmo
dia em que o alvará foi enviado ao presídio, ou seja, era pra mim ter ficado ainda mais
um fim de semana lá dentro. Mas DEUS não deixou, irmãos amados.
Saindo de lá então, a patroa da minha mãe me levou pra casa, dentro do carro dela
só faltou ela soltar fogos de artifício, era uma festa só, irmãos enfim, depois de 34 dias
cheguei em casa, ao descer do carro minha irmã estava me esperando no portão de casa,
o abraço que nos demos, foi muito forte, ai mais choro né. Daí pra frente só alegria.
Na sexta-feira a noite os irmãos da 1° e 2° IAPs aqui me fizeram uma surpresa, ai
sim com fogos e cartazes de bem vindo. E daí pra frente graças a DEUS esta tudo bem,
fiz uns exames para ver como estava de saúde e graças a DEUS estou bem pra Honra e
Glória de nosso DEUS, e eu agradeço a DEUS todos os dias porque foi só pelo agir de
DEUS e atravéz das orações de todo o povo de DEUS que eu estou livre porque mesmo
eu sendo inocente o mínimo para mim ficar lá era de 1Ano, mas graças a Ao Senhor
Nosso DEUS fiquei só 34 Dias.
Irmãos mais uma vez agradeço a cada um de vocês, e em especial ao Diego e a
Daysa que entre outros me ajudaram muito, e irmãos meus que DEUS dê tudo em dobro
a vocês as bênçãos que recebi...

A Paz Do Senhor

Abraços

Ass: Cleiton Borges Dos Santos

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Micrônio: arte e nanotecnologia juntam-se em instrumento musical microscópico


Micrônio
Pesquisadores da Universidade de Twente, na Holanda, construíram o primeiro microinstrumento musical que pode ser tocado e que produz sons audíveis.
Instrumentos musicais já construídos nessas dimensões mínimas só produziam vibrações inaudíveis aos seres humanos, devendo ser convertidas em sons audíveis - veja A menor guitarra do mundo que pode ser tocada.
Em vez de replicar um instrumento em microescala, os cientistas holandeses preferiram inventar um instrumento totalmente novo, e o batizaram de micrônio (oumicronium).
Os pesquisadores também compuseram uma peça especialmente escrita para o micrônio - e a peça musical pode ser ouvida, exigindo apenas uma amplificação.
MEMS
O aparelho musical microscópio é um exemplo de MEMS, ou sistema microeletromecânico, que utiliza equipamentos similares aos utilizados na fabricação de chips.
Essas micromáquinas, ou até nanomáquinas, são tão delicadas que precisam ser construídas em salas limpas, já que um simples grão de poeira é capaz de travar seus mecanismos e impedir seu funcionamento.
"Você pode ver uma tecnologia comparável sendo utilizada no Wii para a detecção de movimento, ou em sensores de airbags," explica Johan Engelen, que projetou e construiu o micrônio.
As cordas do microinstrumento musical minúsculo são molas que têm apenas um décimo da espessura de um fio de cabelo humano e comprimentos que variam de meio a um milímetro. Para ficar esticada, cada micromola sustenta uma massa de alguns microgramas.
Para tocar o instrumento são utilizados espécies de pentes em miniatura, que se encaixam com precisão entre as cordas, tocando-as ao se movimentar uns em relação aos outros.
Cada tom exige seu próprio sistema de cordas. Cada chip comporta até seis tons. Uma gama maior de tons pode ser obtida integrando diversos chips.
Ferramenta didática
"O processo de afinação acabou sendo o maior desafio," conta Engelen. "Aprendemos muito com este projeto para a construção de outras estruturas móveis. Acima de tudo, este é um grande projeto para introduzir os estudantes no mundo da micromecânica e das técnicas de sala limpa".
A composição "Impromptu No. 1 para Micronium", por Arvid Jense, foi composta especialmente para o microinstrumento e marcou a abertura de uma conferência sobre micromecânica que está se realizando na universidade.

A menor guitarra do mundo que pode ser tocada


Seis anos atrás, pesquisadores da Universidade Cornell (Estados Unidos) construíram a menor guitarra do mundo, mais ou menos do tamanho de um glóbulo vermelho.
O objetivo era demonstrar as possibilidades de fabricação de peças mecânicas minúsculas, utilizando técnicas originalmente desenvolvidas para a construção de circuitos eletrônicos.
Agora eles foram além e construíram uma nanoguitarra que pode ser tocada.
Novamente não foi por brincadeira. Os cientistas estão demonstrando que nanodispositivos mecânicos podem tornar os circuitos eletrônicos menores, mais baratos e com menor consumo de energia. A nova nano-guitarra foi construída pela estudante Lidija Sekaric.
NEMS
A nanoguitarra é o exemplo perfeito de um NEMS ("NanoElectroMechanical System": sistema nano-eletro-mecânico). Os NEMS representam uma tecnologia promissora, que permitirá, por exemplo, a construção de biossensores do tamanho de uma única bactéria.
Para poder ser tocada, a nova nanoguitarra é cerca de cinco vezes maior do que sua antecessora, mas ainda exige um microscópio para ser vista.
Suas cordas são feitas de silício, medindo cerca de 12 micrômetros de comprimento e com uma seção transversal de 150 por 200 nanômetros. Estas nanocordas vibram em freqüências 17 oitavas mais altas do que as cordas de uma guitarra normal, algo como 130 vezes mais alto.
É claro que o aparato não produz boa música. Na verdade, aos ouvidos humanos, ela não produz música nenhuma: os pesquisadores utilizaram um equipamento eletrônico específico para detectar as vibrações e convertê-las em sons audíveis.
Guitarra a laser
Como tocar algo tão pequeno? Utilizando feixes de raios laser.
Os pesquisadores recentemente observaram que a luz de um laser pode causar oscilações em nanodispositivos que apresentem as características mecânicas adequadas. Sekaric utilizou essas características no projeto de sua nanoguitarra.
As cordas são tocadas focalizando-se um feixe preciso de raio laser sobre cada uma das cordas. Quando as cordas vibram, elas criam padrões de interferência na luz refletida de volta, os quais podem ser detectados e convertidos em notas audíveis.
Os tons gerados pelas cordas dependem de seu comprimento e não da tensão a que as cordas estão submetidas, como em uma guitarra normal.
Osciladores
A capacidade para fazer aparatos minúsculos vibrarem a altas freqüências abre a possibilidade para várias aplicações práticas na eletrônica.
A freqüência na qual esses aparatos vibram depende de sua dimensão e de sua massa. Nanoobjetos podem ser construídos de forma a vibrarem em freqüências de rádio, alcançando até centenas de megahertz, tornando-os substitutos de outros componentes nos circuitos eletrônicos, como os cristais de quartzo.
Com a vantagem de que o nano-oscilador ocupará uma fração do espaço do cristal e consumirá apenas alguns miliwatts de energia.
Como demonstrado pela nanoguitarra, os NEMS também conseguem modular a luz, o que significa que eles podem ser utilizados em sistemas de comunicação por fibras ópticas.
Os sistemas atuais exigem uma fonte de laser em cada ponta do circuito. Mas os NEMS abrem caminho para que um laser de potência, localizado de um lado do sistema de comunicação, possa enviar um feixe de luz que será modulado e refletido de volta por um minúsculo e barato dispositivo mecânico. Isto poderá permitir o barateamento dos sistemas ópticos de comunicação.

Uma Orquestra de IPad

The iPad Orchestra from Alex Shpil on Vimeo.

Assista o IPad de Música de Rua

The First iPad Street Musician? from Alex Shpil on Vimeo.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

O Kit Comunhão - Seus problemas acabaram!

O Kit Comunhão - Seus problemas acabaram!:
"Indicado por PCamaral Leia a explicação e outros produtos que são
oferecidos junto com o kit no Blog do PCamaral"

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Mariah Carey tropeça e cai

"Grandes frases" ditas por jogadores de futebol...



Chegarei de surpresa dia 15, às duas da tarde, vôo 619 da VARIG.' (Mengálvio, ex-meia do Santos, em telegrama à família quando em excursão à Europa)

'Tanto na minha vida futebolística quanto com a minha vida ser humana.'
 
(Nunes, ex-atacante do Flamengo, em uma entrevista antes do jogo de despedida do Zico)


'Que interessante, aqui no Japão só tem carro importado.'
 
(Jardel, ex-atacante do Grêmio)


'As pessoas querem que o Brasil vença e ganhe.'
 
(Dunga, em entrevista ao programa Terceiro Tempo)


'Eu, o Paulo Nunes e o Dinho vamos fazer uma dupla sertaneja.'
 
(Jardel, ex-atacante do Grêmio) 


'O novo apelido do Aloísio é CB, Sangue Bom.'
 
(Souza, meio-campo do São Paulo, em uma entrevista ao Jogo Duro)


'A partir de agora o meu coração só tem uma cor: vermelho e preto.'
 
(Jogador Fabão, assim que chegou no Flamengo)


'Eu peguei a bola no meio de campo e fui fondo, fui fondo, fui fondo e chutei pro gol.' 

(Jardel, ex- jogador do  Grêmio, ao relatar ao repórter o gol que tinha feito)


'A bola ia indo, indo, indo... e iu!' 

(Nunes, jogador do Flamengo da década de 80)


'Tenho o maior orgulho de jogar na terra onde Cristo nasceu.' 

(Claudiomiro, ex-meia do Inter de Porto Alegre, ao chegar em Belém do Pará para disputar uma partida contra o Paysandu, pelo Brasileirão de 72) 


'Nem que eu tivesse dois pulmões eu alcançava essa bola.' 

(Bradock, amigo de Romário, reclamando de um passe longo)


'No México que é bom. Lá a gente recebe semanalmente de 15 em 15 dias.' 

(Ferreira, ex-ponta esquerda do Santos)


'Quando o jogo está a mil, minha naftalina sobe.' 

(Jardel, ex-atacante do  Grêmio e da Seleção)


'O meu clube estava a beira do precipício, mas tomou a decisão correta, deu um passo a frente...' 

(João Pinto, jogador do Benfica de Portugal)


'Na Bahia é todo mundo muito simpático. É um povo muito hospitalar.' 

(Zanata, baiano, ex-lateral do Fluminense, ao comentar sobre a hospitalidade do povo baiano)


'Jogador tem que ser completo como o pato, que é um bicho aquático e gramático.'
 
(Vicente Matheus, eterno presidente do Corinthians)


'O difícil, como vocês sabem, não é fácil.' 

(Vicente Matheus)


'Haja o que hajar, o Corinthians vai ser campeão.' 

(Vicente Matheus)


'O Sócrates é invendável, inegociável e imprestável.' 

(Vicente Matheus, ao recusar a oferta dos franceses)
 
AGORA SENTA E CHORA......COMPARE O SALÁRIO DELES COM O SEU......

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Arqueólogos de Universidade Hebraica descobrem camarote do rei Herodes


Foi divulgado nesta quarta-feira (15), pelo jornal “The Jerusalem Post”, que arqueólogos da Universidade Hebraica de Jerusalém descobriram o camarote do teatro do rei Herodes (aproximadamente 73 a.C.-1 a.C.).
As escavações revelaram o teatro em 2008. Construída durante um período de luxo, a peça mede cerca de oito metros e ficava na parte superior da edificação. O Museu de Israel planeja abrir os sítios arqueológicos para a visita em 2011.
O espaço provavelmente recebia hóspedes do rei, seus amigos e familiares. Ao menos os que ainda estavam vivos: Herodes assassinou membros de sua família, massacrou rabinos e, mesmo cercado de bajuladores, dificilmente possui algum amigo verdadeiro.
Sua crueldade lhe valeu um lugar em “Os Ditadores Mais Perversos da História” (Planeta, 2004), livro que apresenta atrocidades cometidas por 15 governantes.
Fonte: O Verbo / Folha / Gospel Prime

Katy Perry afirma "orar em linguas" e fala sobre seu passado como evangélica

Muitas pessoas não sabem que é Katy Hudson, ex-cantora gospel e filha de pastores conservadores. Mas quase todo mundo conhece uma das cantoras mais faladas da atualidade, que atende pelo nome artístico de Katy Perry , o destaque na nova edição da revista Rolling Stone (publicada em 19/08).

Ela teve uma educação rígida e na adolescência passou por uma rápida transformação, deixando a vida religiosa e se tornando conhecida internacionalmente com a canção ” I kissed a girl (and liked it)”. Traduzindo: “Beijei uma garota (e gostei)”. Aos poucos tem sido vista como uma sex symbol, aparecendo na capa de várias revistas pelo mundo afora. Seus  cerca de três milhões de seguidores no Twitter e a amizade com o blogueiro das estrelas Perez Hilton garantem que todas as suas declarações tenham grande repercussão.


Sua infância foi marcada pela influência e maneira de ver o mundo de seus pais, considerados cristãos pentecostais fundamentalistas. Eles, apesar de terem sido hippies nos anos 1960, obviamente não gostaram de ver a filha anunciando ao mundo que beijou outra garota. Inclusive, já se posicionaram publicamente contra as músicas da filha. O jornal inglês Daily Mail publicou uma entrevista em 2008, onde a mãe de Katy afirma que o primeiro sucesso da filha “…promove o homossexualismo. Sua mensagem é vergonhosa e nojenta. Toda vez que escuto minha filha cantando no rádio, baixo a cabeça e oro por ela. Katy é nossa filha e nós a amamos, mas discordamos da maneira como está se comportando”.

Mesmo tendo o nome “Jesus” tatuado no punho, a cantora de 25 anos não facilita as coisas para os pais. Em breve deve emplacar um novo sucesso “Teenage Dream” (sonho de adolescente), onde surge de lingerie no vídeo que aparece deitada na cama com um namorado cantando “dirigimos até a Califórnia, ficamos bêbados na praia, fomos para o motel e montamos uma fortaleza com nossos lençóis”.

Mas engana-se quem pensa que ela virou as costas para tudo o que aprendeu desde cedo. Algumas declarações para a entrevista recente na Rolling Stone despertou nosso interesse. Por isso, fizemos um breve levantamento  do que ela tem a dizer sobre sua espiritualidade. Afinal, o título do artigo na revista americana, como visto acima, é “Sexo, Deus e Katy Perry: o caminho difícil e os tempos quentes enfrentados por um anjo caído”.

“Falar em línguas é tão normal para mim como ‘Passe o sal’… É um segredo, uma linguagem para a oração direta com Deus… Meu pai costuma falar em línguas, enquanto minha mãe interpreta. Esse é o dom deles… Quando pequena, eu não podia dizer que eu tinha sorte, porque minha mãe preferia que disséssemos ‘somos abençoados’. Ela também não achava que lucky (sortuda, em inglês) tinha um som parecido com a palavra Lúcifer… Eu não podia comer o cereal Lucky Charms (amuletos da sorte), mas acho que era por causa do açúcar. Creio que minha mãe mentiu para mim sobre isso. “- Rolling Stone, agosto de 2010.

“Fico chateada quando vejo Russell [Brand, ator e seu noivo], usando o nome do Senhor em vão e Lady Gaga colocar um rosário na boca. Acho que quando você mistura sexo e espiritualidade no mesmo recipiente e sacode bem, algo ruim acontece. Sim, eu disse que beijei uma garota. Mas não disse que beijei uma garota enquanto transava com um crucifixo. ” Rolling Stone, agosto de 2010

“Minha criação religiosa foi comicamente rígida, proibiram até mesmo de termos em casa qualquer coisa cujo nome  remetesse ao diabo. Em nossa casa, não podíamos nem mesmo chamar ovos apimentados pelo seu nome popular. Ao invés de deviled eggs (ovos do demônio), tínhamos de chamá-los de “ovos angelicais”. Nunca fomos autorizados a falar palavrão. Eu sempre tinha problemas quando dizia “que inferno”… Só podíamos escutar música gospel. Não admira que eu me rebelei. “- Celebrity Blend, 2009

“Eles são um tipo diferente de cristãos… São até moderno… sabe, às vezes as pessoas imaginam meus pais vestindo sempre como um pastor ou um padre… Não, na verdade, meu pai tem quatro tatuagens… ele é uma espécie de pastor rock and roll moderno. “- Beliefnet, janeiro de 2009

“Quando  comecei a cantar música gospel, minha perspectiva das coisas era bem limitada e rígida. Tudo em minha vida estava muito ligado à igreja. Não sabia que existia um outro mundo além daquele. Por isso, quando saí de casa e vi tudo isso, pensei ‘Meudeus, caí no buraco do coelho branco e existe todo esse mundo de Alice no país das maravilhas aqui’” — revista The Scotsman, 2009

“Fui criada numa casa com muita rigidez religiosa. Tudo o que podia ouvir eram [hinos religiosos conhecidos, como] ‘Oh Happy Day,’ ‘His Eye Is on the Sparrow’ e ‘Amazing Grace’. Então agora até o New Kids on the Block são novidades para mim. Eles tem músicas legais… — MTV, 2008

“Não podíamos ouvir música secular em casa, pois era considerada coisa do diabo… Se eu queria levar amigas para casa, minha mãe queria saber se elas eram cristãs… Meus pais são assim. Eles são loucos! Eles são malucos mesmo!” — revista Blender, 2004

Com informações da Rolling Stone e da Flavorwire.
Tradução e edição: Jarbas Aragão
Via: Pavablog

Pesquisa eleitoral por religião indica resultados surpreendentes



O Instituto Brasileiro de Pesquisas Sociais (IBPS) também ouviu os eleitores conforme a religião. O resultado indicou, por exemplo, que no Rio de Janeiro o candidato a senador pelo PT (e ex-prefeito de Nova Iguaçu), Lindberg Farias, lidera entre católicos (35%), espíritas (28%) e praticantes de candomblé (33%). Marcelo Crivella (PRB) tem liderança assegurada na relação de religiões protestantes, que inclui os evangélicos neo-pentecostais, com 46%.
Cesar Maia (DEM) tem alto índice de intenções de voto entre católicos e praticantes de candomblé (26%). Outro caso a ser citado é o do candidato Waguinho (PTdoB). Evangélico da Assembleia de Deus dos Últimos Dias, ele aparece com 8% no levantamento geral, e totaliza 15% entre os protestantes.
O que orienta e determina o voto por religião?
O presidente do IBPS, Geraldo Tadeu Monteiro, explicou ao SRZD que a pauta dos eleitores que são religiosos praticantes é mais específica do que as preocupações nas faixas eleitorais por nível de renda e escolaridade.
“É mais ideológica”, diz Tadeu. “Nesse caso, reparam mais nas posições morais dos candidatos do que as posições políticas. Um eleitor de prática religiosa mais profunda sempre quer observar qual é a opinião sobre aborto, casamento homossexual… É uma pauta pessoal e moral, não é observada a questão econômica, por exemplo”.
Na pesquisa, a divisão entre as religiões foi a seguinte, a fim de ser mais abrangente possível: católicos, protestantes (luteranos, metodistas, evangélicos e suas ramificações), sem religião (ateus e agnósticos), espíritas, praticantes de umbanda e candomblé, e outros (islâmicos, judeus, etc.).
Fonte: SRZD

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Binóculos de Visão Noturna das Forças Armadas Britânicas



Sempre quis ter um par de binóculos com visão noturna e o Night Vision Binoculars parece uma excelente opção, afinal os binóculos são licenciados oficialmente pelas forças armadas do Reino Unido.
Night Vision Binoculars tem dois modos de visão: “Stealth mode” para ver tudo o que está por perto e “Long Range mode” para enxergar numa distância de até 15 metros na escuridão total. Quando em uso, um anel de LEDs infravermelhos fica parcialmente visível.
Night Vision Binoculars tem visores ajustáveis e diferentes opções de visão na tela, sendo possível escolher entre visão Militar (verde) ou visão Espião (cinza).
O Night Vision Binoculars custa £69,99 na loja inglesa IWOOT.
Veja outros binóculos no Digital Drops.

Como provar vinho

Todos aqueles gestos de girar e cheirar podem parecer simulação, mas esses procedimentos têm um importante propósito, pois ajudam a compreender as complexas e misteriosas nuances do vinho.

Aprendendo a linguagem

Pense sobre quantas palavras você precisará para descrever o cheiro e o gosto da banana. Você poderia descrevê-la a alguém que nunca a tenha provado em sua vida? O seu aroma e a textura são fáceis de reconhecer, mas difíceis de descrever.

Isso também se aplica ao vinho. Diferente da banana, que não tem outro referente, cada vinho alude a um aroma distinto; uma coleção de intensos e complexos sabores. Dizer que um copo de Chardonnay tem o sabor e o aroma de um vinho, por exemplo, seria bastante inapropriado. O cheiro e o sabor do vinho são tão abrangentes que descrevê-los seria cansativo para o nosso vocabulário. Felizmente o mundo do vinho tem sua linguagem própria.

Um bom vinho pode ser apreciado sem que nenhuma palavra seja dita. Mas se você deseja explicar a alguém por que ama ou detesta um determinado vinho, será de grande valia estar familiarizado com a linguagem. Por exemplo, você poderá dizer que o Cabernet Sauvignon tem um aroma de amoras pretas maduras e tabaco, enquanto outro degustador poderá dizer que esse mesmo vinho tem um sabor algo próximo do couro. Na verdade, nesse vinho não existe nem amoras nem tabaco ou couro. Esses aromas, freqüentes nos vinhos, expressam sua inconfundível essência.

Registrando as impressões

"Saborear" pode significar muita coisa, desde um simples gole até uma séria análise do paladar. A ocasião pode ser casual como um copo de vinho depois do trabalho ou um evento formal de degustação. Qualquer que seja sua preferência, existe uma regra de ouro que é: para se ter uma experiência significativa e duradoura, você precisa se concentrar nessa tarefa. A melhor maneira de realizar isso é fazendo anotações, nem que seja rabiscar o nome e a safra do vinho e a razão pela qual apreciou ou não. Registre suas impressões em seu diário particular para que tenha futuras referências. 


Tomar notas de boas experiências é meramente fazer analogia ao velho adágio: "posso não saber nada sobre arte, mas sei do que gosto". Apenas anote o sabor que faz o vinho ser atraente ou não. Esse exercício, feito repetidas vezes, irá conduzi-lo a desenvolver um paladar mais aguçado.

Com tantas seleções maravilhosas para degustar e apreciar, você está embarcando numa vigorosa e emocionante viagem. E considerando que cada estação oferece uma nova safra, os seus horizontes continuam a expandir-se. Você sentirá que cada copo acrescenta novas dimensões e impressões para ponderar.

Usando as anotações para registrar suas experiências de degustação você irá desfrutar um prazer maior. Anotar as impressões ajudará você a concentrar-se nas abundantes características do vinho, habilitando-se a identificar os aromas e sabores que dão charme. E, por fim, suas anotações lhe proporcionarão registros valiosos do que você apreciou.

Elas devem identificar os atributos de destaque ou as falhas. As notas podem ser breves ou detalhadas, fica a seu critério. Você pode usar a colorida gíria do vinho ou usar os adjetivos do dia-a-dia. Então procure repassar mentalmente o que você escreveu. Isso deverá ajudar a reconhecer quais os vinhos que você vai escolher para uma experiência verdadeiramente agradável.

Você terá prazer de saber o quanto aprendeu lendo as suas próprias reflexões e pode descobrir seus vinhos favoritos dentre a infinidade que há por aí.

Além de fazer as anotações, você poderá colocar uma avaliação numérica, dar uma nota para cada vinho. Algumas pessoas acham que isso ajuda, outras acham o assunto subjetivo demais para isso. Se você optar por dar nota, a escala abaixo corresponde a várias posições de qualidade:

excelente = 96-100 pontos

bom = 90-95 pontos

médio/aceitável = 80-89 pontos

abaixo da média = 70-79 pontos

fraco = 0-69 pontos
Um exercício de degustação

Finalmente chegou a hora de provar! Entretanto, você não experimenta o vinho da mesma forma que experimenta um copo de refrigerante ou chá. Muito pelo contrário, provar um vinho lembra um trabalho de detetive. Cada passo no processo lhe dá mais uma pista sobre o vinho, até acumular suficiente informação para isolar e identificar cada um dos complexos aromas e sabores.

Depois de cada passo, faça algumas anotações no seu diário. Colocar suas observações no papel requer o enfoque naquilo que está vendo, cheirando e saboreando.

Inicialmente, certifique-se de que o vinho ocupa menos da metade de seu copo. Assim, você poderá agitar e girar o copo sem derramar o líquido.

Observe. Segure o copo ou a taça pela base para não aquecer o vinho com a mão - e para manter o copo transparente. Gire o copo longe de si, vagarosamente, assim, estará olhando através da orla do líquido. Se possível, segure o copo tendo um fundo branco, a toalha de mesa, por exemplo. Estude a aparência do vinho observando sua cor e transparência.

O vinho está turvo? Contém partículas como cortiça ou depósitos como sedimentos? Um bom vinho tinto pode ser opaco, transparente ou brilhante na sua aparência. Bons vinhos brancos devem pelo menos ser transparentes, na melhor das hipóteses brilhantes.

A cor deve agradar à vista. Bons tintos jovens exibem profundidade, cor vibrante, num matiz que vai de um púrpura claro até o profundo rubi. Bons brancos podem ser bem claros na coloração, embora os vinhos jovens serão em tom esverdeado-dourado e os doces, de sobremesa, serão amarelo-ouro até âmbar-ouro. Se um vinho apresenta um amarelo-acastanhado e opaco na aparência, então está magnificamente envelhecido ou prematuramente morto. O processo de escurecimento nos vinhos brancos e tintos é exatamente o que ocorre com as maçãs estragadas como resultado da oxidação.

Comece a girar o vinho no copo. Para isso, apóie a base do copo sobre uma superfície, segure a base com dois dedos, polegar e indicador e começando devagar empurre o copo em pequenos círculos na superfície da mesa. Gradualmente, acelere o movimento para que o vinho suba na superfície interna do copo, o que você consegue com apenas alguns giros. Com prática (experimente usando água para não desperdiçar o vinho) você poderá girar confiantemente sem ter uma toalha de mesa embaixo. Simplesmente segure o copo pela base e gire-o em movimentos circulares.

Girar poderá parecer estranho, mas serve a um objetivo. Ao girar, você mistura ar ao vinho, fazendo-o liberar os componentes aromáticos.

Cheire depois de girar, aproxime o copo do seu nariz e inale duas vezes para preparar o seu paladar para o gosto do vinho. A primeira impressão é a mais importante; deixe sua mente divagar através da memória e colher recordações. O que esse aroma faz lembrar? É doce ou floral? Se for doce, por conta de que? É de fruta? Que tipo de fruta? Se floral, que tipo de flor? O seu nariz se adaptará a distinguir aromas bem rapidamente e as primeiras inalações são muito importantes.

"O nariz do vinho" consiste de seu aroma e do buquê. O aroma descreve os odores que vêm da uva. Com o envelhecimento, eles se envolvem num buquê mais complexo de fragrâncias.

As fragrâncias que você experimenta quando prova um vinho branco incluem: maçã, pêra, pêssego, melão, grapefruit, limão, manga, abacaxi, manteiga, grão tostado, baunilha, mel, grama recém cortada, aspargo e pimentão. Para o vinho tinto, os aromas comuns incluem amora preta, cereja, groselha, pimenta do reino, ameixa, tabaco, fumaça, chocolate, cogumelo, carvalho, café e terra argilosa. 

Às vezes você pode captar um odor estranho. Um desagradável cheiro de papelão molhado é sinal de que o vinho foi contaminado por uma rolha defeituosa. Um odor avinagrado significa que o oxigênio se infiltrou na garrafa tornando o vinho impróprio para beber.

Agora que você olhou o vinho e o cheirou, é hora da melhor parte: experimentá-lo. Mas não vá querer engoli-lo de imediato. Provar o vinho é uma coisa, beber é outra. Um gole ávido vai apenas aplacar a sede, não significa que estará provando o vinho.

Sorva, mantendo-o na boca sem engolir. Há pessoas que "enxaguam" para que o vinho passe por todas as partes da boca. Outros aspiram pela boca um pouco de ar, que passa por cima do vinho. Mas cuidado! Esse pequeno truque pede prática, mas o processo abre o vinho, levando o aroma até a passagem nasal no lado posterior da garganta. Assim, você pode sentir seu aroma novamente.

O gosto deveria complementar a chave que o seu olfato lhe oferece. Observe se o vinho na sua boca (o paladar) corresponde à mensagem que o olfato lhe passou. Depois disso o seu senso de olfato estará muito mais eficaz e sensível que as papilas gustativas.

As principais sensações gustativas do vinho são: o doce (sentido na ponta da língua), o ácido, que terá gosto azedo (pense no limão) e amargo (como a aspirina).

Então, qual é afinal o seu gosto? Descreva o sabor da fruta. O que ela lembra? É fresca e radiante? O que é importante, você gostou? Essa é a hora de tomar nota das suas impressões enquanto elas estão frescas na sua memória.

Também pense sobre a textura do vinho, como o sente em sua boca? Você o descreveria como sedoso, macio, aveludado, áspero, grande, refrescante, redondo, rico, firme, intenso, ácido, enrugado, luxuriante, cremoso, vigoroso, inexpressivo?

Esse vinho causa um efeito seco nos cantos da boca? Ele belisca a língua? Em caso positivo, a sua adstringência se deve ao tanino que vem da casca e das sementes, às vezes da madeira do barril onde o vinho foi envelhecido. A sensação de adstringência do tanino é similar à sensação de aspereza e secura na boca depois de tomar uma xícara de chá preto que ficou passado.
É comum os vinhos tintos jovens apresentarem alguma adstringência tânica, que irá se dissipar e suavizar com a maturação do vinho. Se o vinho que você está provando possui acentuado tanino, tirando um pouco do prazer, procure saber se ele possui bastante caráter da fruta fresca para sobreviver na garrafa até que o tanino possa abrandar.

Também o nível de acidez deverá ser avaliado. A acidez que sentimos na boca poderá ser cortante ou apenas uma sensação refrescante. Boa acidez levanta o sabor do vinho e oferece uma sensação de vigoroso frescor. Com muito ácido ele passa a ter gosto azedo.

Se o grau de acidez e tanino se equilibram com a fruta e parecem em boa e favorável proporção, o vinho é equilibrado.

Cuspa depois que você obtiver todo o sabor possível. Cuspir o vinho na lata do lixo é perfeitamente aceitável quando se está provando. Afinal de contas, você precisa se concentrar nos vinhos que está provando, e precisa estar sóbrio para isso.

Depois, procure determinar por quanto tempo perdurou a sensação do paladar. Isso se chama retrogosto ou aroma de boca.

Finalmente, pense na impressão geral desse vinho. Ele foi impactante e se dissipou rapidamente na boca? Os aromas que o seu olfato captou combinaram com os sabores que você sentiu na boca, e depois que você cuspiu ainda perduraram? Os vários componentes, incluindo fruta, álcool, tanino, acidez eram da mesma magnitude ou algum elemento apagou os outros? O vinho lhe pareceu simples, de uma só dimensão ou mostrou complexidade?

Não esqueça de anotar as últimas impressões no seu diário. Você vai querer lembrar se gostou do vinho ou não para efeito da sua próxima compra.



Fonte: HowStuffWorks
Related Posts with Thumbnails